Institucional
Imprimir Partilhar

Assembleia Municipal aprova financiamento para regularização de dívida à EDP

Operação de financiamento vai agora ser submetida ao visto do Tribunal de Contas
A Assembleia Municipal de Espinho aprovou a operação de financiamento proposta pela Câmara Municipal para a regularização da dívida do município à EDP.
A operação de financiamento vai agora ser submetida ao visto do Tribunal de Contas.
A liquidação total da dívida consolidada do Município de Espinho para com a EDP Distribuição traduz-se numa redução de 4,7 milhões de euros na dívida da autarquia.
A EDP aceitou a proposta apresentada pela Câmara Municipal de Espinho no sentido de fazer a liquidação do valor total em dívida de 11,7 milhões de euros que estava previsto até à liquidação da última prestação.
Durante o processo negocial entre as partes foi acordada uma redução dessa dívida em cerca de 40% para o valor de 7 milhões de euros.
Trata-se de montantes relativos a fornecimentos de energia anteriores a 1994 e cujo pagamento foi diferido no tempo.
O presidente da Câmara Municipal de Espinho, Pinto Moreira, congratula-se com a resolução de ”um pesado encargo do município que se arrastava desde os anos 80”. 
Pinto Moreira sublinha a importância  deste acordo com a EDP que "vai permitir uma redução da dívida do município em 4,7 milhões de euros dando continuidade a um trabalho iniciado há 9 anos de recuperação e saneamento financeiro da autarquia de Espinho.

Ler mais