Obras
Imprimir Partilhar

Demolição da antiga sede do Sporting Clube Espinho

Edifício classificado da rua 8 encontra-se em iminente situação de ruína com o eventual desprendimento de ornamentos da fachada
Estão a decorrer, por razões de segurança, trabalhos de demolição na antiga sede do Sporting Clube Espinho.
O património arquitetónico do concelho será devidamente salvaguardado com desmonte da fachada.
Este edifício classificado da Rua 8 está em iminente situação de ruína, pondo em risco a segurança pública com o eventual desprendimento de vários ornamentos que integram a fachada do prédio.
O prédio onde em tempos funcionou a sede do Sporting Clube de Espinho é propriedade de uma sociedade de empreendimentos imobiliários. O imóvel, adquirido por um promotor imobiliário, é classificado de elevado interesse histórico-cultural e arquitectónico no património da cidade.
Face à situação do edifício, aos perigos que representa para o domínio público e à obrigatoriedade legal de preservar a fachada principal ou garantir a sua replicação, a Câmara Municipal de Espinho elaborou um conjunto de relatórios técnicos que identificam as condições e requisitos exigidos ao proprietário para o desmonte da fachada.
Assim, recolhidos todos os dados e analisados todos os parâmetros técnicos, arquitectónicos, históricos e culturais para este complexo processo de demolição, o proprietário do imóvel e requerente compromete-se de forma sectorizada a proceder à contenção e controlo dos edifícios consolidados, existentes a Norte e a Sul do imóvel. O requerente compromete-se a reproduzir todos os elementos decorativos e a própria fachada.
Relativamente aos materiais a utilizar sugeridos e impostos pelos técnicos municipais na reconstrução, o proprietário compromete-se a realizar e demonstrar a salvaguarda de todos os elementos ornamentais de acordo com a traça original.
Todo este processo será rigorosamente monitorizado e acompanhado pelas equipas técnicas do município, nomeadamente do Urbanismo, Planeamento Estratégico e Cultura e Museologia.


LUSA, Espinho, 24 julho:
Fachada Arte Nova da antiga sede do Sporting Clube de Espinho está a ser desmontada
A fachada em estilo Arte Nova do edifício que funcionou como sede do Sporting Clube de Espinho está a ser desmontada por questões de segurança, revelou hoje a autarquia, garantindo que aquele património classificado será "devidamente salvaguardado".
Esse edifício da Rua 8 está na posse de uma sociedade de empreendimentos imobiliários, que o adquiriu sob o compromisso de que o prédio novo manterá a sua frente histórica original. Como o imóvel vem demonstrando um desgaste rápido, contudo, a Câmara já impôs a desmontagem da fachada e os trabalhos estão agora em curso.
"O edifício está em iminente situação de ruína, pondo em risco a segurança pública com o eventual desprendimento de vários ornamentos que integram a fachada do prédio", explica fonte da Câmara Municipal de Espinho, adiantando que, por essa razão, já "estão a decorrer os trabalhos de demolição", mas a empreitada irá realizar-se de forma a que esse património classificado seja "devidamente salvaguardado".
O edifício começou por ser um balneário marinho, inaugurado em maio de 1915, e já então se apresentava em planta retangular com dois pisos e sobreloja. Hoje continua a exibir uma frente com pilastras assentes sobre pedestais e uma porta com verga curva decorada por motivos vegetalistas e encimada por um óculo circular.
Fonte:
Ler mais