Ambiente
Imprimir Partilhar

Oceanário de Lisboa virá até Espinho

De 16 a 21 de julho o projeto Vaivém Oceanário lança âncora na Avenida Maia-Brenha.
O Vaivém Oceanário, projeto de educação ambiental itinerante do Oceanário de Lisboa estará na esplanada da Avenida Maia-Brenha à disposição de todos os espinhenses para embarcarem na descoberta do maior ecossistema do planeta, o oceano.
Através de atividades gratuitas, de cariz lúdico e pedagógico, preparadas para escolas, professores, grupos séniores e para o público em geral, os participantes terão a oportunidade de explorar a diversidade do oceano, compreender o impacto que as ações humanas têm nos ecossistemas marinhos e como podemos alterar os nossos comportamentos, através de sugestões práticas, para garantir um futuro mais sustentável do oceano.
Os alunos, do pré-escolar ao secundário, poderão conhecer as mais de 238 mil espécies marinhas e desvendar os segredos do local mais inexplorado do planeta. Nesta viagem de ida e volta, todos irão aprender que o oceano precisa de nós e também como podemos contribuir para combater uma das maiores ameaças que o oceano enfrenta: o plástico.

Para participarem terão de se inscrever através do email servicoeducativo.cultura@gmail.com ou através do telemóvel 927 960 248, mencionando o dia e hora, nome da escola ou entidade, turma ou grupo, ano de escolaridade ou faixas etárias, nome do responsável e contacto ou inscrições individuais. (As datas e horários para marcação são: dias 17, 18, 19, 20 e 21 de julho (terça a sábado) e os horários são 10h00, 11h00, 12h00, 15h00, 16h00 e 17h00).

Além dos alunos do concelho, também o público geral está convidado a "juntar-se ao movimento" e a compreender como pode contribuir para a conservação do oceano, através da alteração dos seus comportamentos. Reconhecendo o plástico como uma das maiores ameaças ao oceano, todos aprenderão sobre as formas com que podem agir ativamente, através de conselhos práticos para redesenharem a sua relação com o plástico no dia a dia.
O Vaivém Oceanário viaja por Portugal desde 2005 e volta a Espinho passados 5 anos desde a sua primeira visita.
Ler mais