Cultura
Imprimir Partilhar

Recital de poesia em tributo a Sophia Mello Breyner Andresen

Sessão integrada no projeto "Pensar a Escrita" contou com a participação especial dos jornalistas Alberto Serra e José Carlos Vasconcelos
Decorreu no passado sábado, 29 de março, na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, o recital de poesia de homenagem e tributo à poeta portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen no ano do centenário do seu nascimento.
A sessão, integrada no projeto "Pensar a Escrita", foi preparada e moderada pelo jornalista Alberto Serra e contou com a participação especial do jornalista José Carlos Vasconcelos, um profundo conhecedor da vida e da obra de Sophia de Mello Breyner.
Em Espinho, José Carlos Vasconcelos falou da importância da poesia de Sophia, da sua linguagem poética, transparente e íntima, muito ligada aos antigos mitos clássicos e à civilização da Grécia antiga e da mulher exemplar, de grande coragem e dignidade e com grande sentido de justiça e preocupação ética. Durante a sessão, Alberto Serra, José Carlos Vasconcelos e os participantes no workshop de preparação do recital de poesia leram vários poemas da autora. O belíssimo quadro a óleo com o rosto de Sophia de Mello Breyner foi gentilmente cedido para a sessão pela pintora Do Carmo Vieira, também presente na assistência, que encheu a Sala Polivalente da Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva.
O "Pensar a Escrita" regressa já a 13 de abril com o jovem escritor João Reis.
Fundador e diretor do Jornal de Letras, Artes e Ideais, periódico considerado como a maior referência na imprensa cultural portuguesa, José Carlos Vasconcelos trabalhou, dirigiu e foi fundador de vários jornais que marcaram a atividade jornalística e a história da imprensa em Portugal, sendo hoje coordenador editorial e colunista da revista Visão. Trabalhou em televisão na área da informação e do comentário político e fez o programa literário "Escrever é Lutar" em conjunto com Fernando Assis Pacheco, considerado o primeiro programa do género em televisão. É autor de dez títulos de poesia. Foi distinguido com diversos prémios de carreira do jornalismo português, entre os quais o do Clube Português de Imprensa e da Casa da Imprensa. Em 2017 foi-lhe entregue o Prémio Vasco Graça Moura de Cidadania Cultural. Em 1991, publicou no Jornal de Letras aquela que é considerada a melhor entrevista a Sophia de Mello Breyner.
Ler mais